Relembre: Salve Jorge retratou tráfico internacional de pessoas

Novelão completou 10 anos de lançamento!

Na década passada os noveleiros de plantão puderam acompanhar uma novela incrível e cheia de reviravoltas. Trata-se de Salve Jorge, da TV Globo, que teve como autora Glória Perez. A trama, na época, teve a imensa responsabilidade de substituir Avenida Brasil.

No entanto, Glória teve a perspicácia de trabalhar um tema praticamente desconhecido. O folhetim mostrou a história de meninas que sonhavam em ter um futuro melhor e por este motivo, vão tentar a vida em outro país. Fatos reais que foi protagonizado pela atriz Nanda Costa que deu vida à Morena – enganada pelo tráfico e levada para outro país.

Leia mais: Fenômenos: Top Model e Tieta pararam o Brasil em 1989

Salve Jorge trouxe um debate ao país sobre o tráfico de mulheres. Na época, a OIT (Organização Internacional do Trabalho), estimou que o trabalho escravo movimentava cerca de 32 bilhões de dólares por ano. E não para por aí, segundo estimativas do instituto Europeu para controle e Prevenção do Crime, todos os anos mais de 500 mil pessoas são traficadas.

Após a denúncia feita por Salve Jorge, quadrilhas foram desmascaradas e começou aí todo um movimento para coibir tal prática criminosa e desumana. Em termos de audiência, o novelão garantiu 34,0 pontos de média, um grande sucesso para a faixa horária na época.

O folhetim trouxe à tona um tema desconhecido pela sociedade brasileira e foi bem trabalhado por todo o elenco e equipe de Glória Perez. Salve Jorge se tornou parte da memória afetiva do público brasileiro. A trama chegou a ser cogitada como próxima reprise do Vale a Pena Ver de Novo, logo após o encerramento de Mulheres Apaixonadas.

SIGA O ADTV NAS REDES

Quer acompanhar tudo sobre Famosos, Notícias da TV, Audiência da TV, Mundo Pop, Futebol, EsportesMMA, Streaming, Programação de TV, Novelas e mais? Siga nossas redes sociais, FacebookInstagram, ou Google News! Ou procure digitando nos resultados de busca por: ADTV!

Sair da versão mobile