Famosos

Paolla Oliveira detona juíza que proibiu aborto em criança abusada: “Nojento”

Nesta terça-feira (21), a atriz da Globo, Paolla Oliveira, decidiu detonar um assunto que vem repercutindo. Em resumo, ela detonou com a juíza Joana Ribeiro Zimmer depois de assistir à audiência onde a magistrada tenta impedir o aborto de uma criança de 11 anos. Dessa maneira, para quem não está por dentro, a menina sofreu abuso em Santa Catarina.

Assim sendo, longo texto, a atriz diz que a atitude da juíza é “nojenta”. Além disso, ela fez questão de falar o quanto está indignada com esse caso. “É muito difícil pra uma mulher ler tudo que está relacionado a esse caso. Imagine para uma menina, uma criança, estar vivendo isso. E quando eu falo em mulher, falo de ser humano, não de alguém como essa juíza que induz e coage uma criança a ter uma gravidez indesejada.”

No entanto, não para por aí! Paolla Oliveira seguiu falando sobre o assunto. “Não basta toda a violência sofrida por essa criança? Como essa juíza pode achar que a felicidade e dignidade de uma criança (e consequentemente de toda sua família) é menos importante que a felicidade de um casal adotante que nem existe ainda? Como alguém pode olhar no rosto de uma menina em sofrimento absoluto e não protegê-la? Não acolhê-la? É nojento”, declara.

Portanto, Paolla Oliveira se mostrou extremamente descontente com o caso. “Criança não é mãe, criança não é incubadora. Estuprador não é pai, estuprador é criminoso. Que se faça a justiça que essa juíza não foi capaz e não teve interesse de fazer. Que se desfaça a violência que essa juíza cometeu”, finaliza ela, indignada.

Leia mais: Mussunzinho e Karol vencem Prova dos Casais no Power Couple

Giovanna Antonelli apoia Paolla Oliveira

Por fim, a atriz Giovanna Antonelli apoiou Paolla. “Castração química para estupradores”, defendeu. Sendo assim, os fãs que seguem a atriz na rede social, apoiaram sua fala.”Esperamos justiça! Que dó dessa criança”, reforçou uma. “Tá cada dia mais difícil esse mundo”, escreveu outra. Todavia, a juíza saiu do caso.

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo